Um ano depois – Relato de Pais muito satisfeitos

Passado um ano de aulas GoTalk já conseguimos ter uma perspectiva do andamento do trabalho com o André, uma base de comparações. Agradecemos os relatórios semestrais que a GoTalk nos enviou.

Mas isso vocês já sabem. E o que vocês não sabem?

Não sabem que…

O próprio André, então com 11 anos, após seis semestres de estudos em classes de escolas de Inglês tradicionais nos apresentou o seguinte argumento no final do ano: “Eu compreendo e concordo que aprender Inglês é fundamental para o meu futuro, mas assim não está bom. Eu detesto ir para as aulas, não fiz amigos na classe, fico olhando pela janela, não faço as lições de casa, as tarefas de preenchimento de exercícios são ridículas e ultrapassadas e vejam meu boletim final: médias 9 e 10 de aproveitamento! Desculpe, mas vocês estão jogando dinheiro fora! Eu gostaria sair da escola e fazer aulas particulares, com assuntos do meu interesse.” Diante deste relato, fomos a campo e felizmente descobrimos a GoTalk.

Não sabem que…

Ao longo deste ano pudemos (Pai e Mãe) acompanhar e perceber uma enorme evolução do André após o início das aulas de Inglês com o Chris. E não me refiro apenas ao idioma. Refiro-me ao aumento do interesse, às mudanças de postura e iniciativa. Ele está muito mais seguro nas interlocuções, mais curioso em aprender novas palavras (…”vou anotar para perguntar para o Chris na próxima aula”…). Iniciando ele mesmo diálogos em Inglês em casa, nas situações cotidianas, e nos perguntando as palavras desconhecidas, eventualmente faltantes no meio das frases. Perguntando detalhes de pronúncia (que melhorou muito). Na prática, ele estabeleceu um canal direto de contato com o Chris através do WhatsApp, digitando sempre em Inglês… Após seis meses de estudo na GoTalk, o André, então com 12 anos, embarcou em sua primeira viagem internacional (fomos para Finlândia, Alemanha, Itália e Espanha). Ficamos surpresos com sua desenvoltura e iniciativa de “se virar” na comunicação com os estrangeiros, nas mais diversas situações (…”Pai, deixa eu mesmo pedir meu almoço!”…). Foi um sucesso!

Não sabem que…

O André está extremamente satisfeito com a situação atual. Ele conta para os colegas, em alto e bom tom, sobre as características e as vantagens do seu estudo de Inglês com a GoTalk… Imagine a satisfação dele em saber que partiu dele mesmo a iniciativa para conquistar este status de aulas particulares e sentir na pele todo esse desenvolvimento. E ele tem nos questionado por que todo o ensino não poderia ser assim, nesse tipo de aulas – Matemática, Português, etc…

Não sabem que…

O André tem tido grande prazer em nos contar espontaneamente como são as aulas com o Chris e o que ele tem aprendido. São muitos os relatos, apresento um deles:

“Pai as aulas de Inglês estão muito legais! Hoje fizemos aula na cozinha, e fizemos cookies. O Chris trouxe os ingredientes e a receita, toda escrita em Inglês. Preparamos os cookies, conversando em Inglês o tempo todo, no final lavamos a louça, ficou tudo em ordem e ainda tínhamos os cookies para comer – guardei um para você! Olha como essa aula é bacana, quanta coisa eu aprendi hoje, além de como fazer cookies: aprendi nomes dos ingredientes, medidas de peso e de quantidades, nomes dos talheres, dos recipientes, das coisas que temos na cozinha, do forno… Ah, como a receita estava em graus Fahrenheit tivemos que converter para Celsius, então também treinei matemática!…”.

Não sabem que…

O André realizou em Outubro de 2014 os testes do “Cambridge Young Learners English (YLE) Movers” e obteve nota máxima em todos os quesitos avaliados.

Bem, Tatiana, agora que vocês já estão sabendo disso tudo, nada mais nos resta a dizer senão:

Obrigado por existirem! Parabéns pelo seu trabalho, e que vocês possam crescer cada vez mais! Contem conosco!

 

Um beijo, EduMancebo

Posted in:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *